Off
Link to 12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

Parabéns aos profissionais por este dia

Off
Link to 12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

Parabéns aos profissionais por este dia

Off
Link to 12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

Parabéns aos profissionais por este dia

Off
Link to 12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

12 de Outubro: Dia do Engenheiro Agrônomo

Parabéns aos profissionais por este dia

Off
Link to GRUPO DE PESQUISA DA UF DE UBERLÂNDIA: “SILÍCIO NA AGRICULTURA”

GRUPO DE PESQUISA DA UF DE UBERLÂNDIA: “SILÍCIO NA AGRICULTURA”

Os objetivos do Grupo de Pesquisa “Silício na Agricultura”  estão direcionados para o estudo do silício no sistema solo-planta e seu papel na vegetação nativa (principalmente cerrado) na produtividade,  na qualidade dos produtos agrícolas e no manejo de pragas e doenças das principais culturas (arroz,  cana,  sorgo,  pastagem,...

Off
Link to CURIOSIDADE:   ABACAXI GOMO-DE-MEL.

CURIOSIDADE: ABACAXI GOMO-DE-MEL.

Eu participei da equipe de pesquisa do ABACAXI GOMO-DE-MEL,  quando trabalhava na empresa Matsuda que é parceira do Instituto Agronômico: (http://www.iac.sp.gov.br/Centros/Fruticultura/DESTAQUE/AbacaxiGomoMel.htm) Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócios de Frutas ABACAXI GOMO DE MEL IAC: GOMO DE MEL   O Brasil é, atualmente, o maior...

Off
Link to VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DE SILÍCIO NA ADUBAÇÃO.

VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DE SILÍCIO NA ADUBAÇÃO.

A utilização do silício, além de ação corretiva, também tem ação no controle de doenças causadas por fungos, bem como algumas pragas nas lavouras, é recomendada pela Embrapa. A utilização do silício para o controle de doenças causadas por fungos, bem como algumas pragas nas...

Off
Link to BRS PIATÃ – Brachiaria brizantha cv. Piatã

BRS PIATÃ – Brachiaria brizantha cv. Piatã

PIATÃ Fertilidade do solo: Média a Alta Forma de crescimento: Touceira Altura: 1,20 a 1,60 m Utilização: Pastoreio direto e Fenação Digestibilidade: Excelente Palatabilidade: Excelente Resistência a seca: Média Resistência ao frio: Média Teor de proteína: de 10% a 12% Profundidade de plantio: 1 a...

Off
Link to SOJA PERENE – Neonotonia wightii

SOJA PERENE – Neonotonia wightii

Origem: Ásia Nome científico: Neonotonia wightii Fertilidade do solo: Alta Forma de crescimento: Rasteiro e trepador Altura: 40 a 60 cm Utilização: Adubo verde, feno e pastejo Precipitação: Acima de 700 mm Tolerância à seca: Média Tolerância ao frio: Boa Palatabilidade: Ótima Teor de Proteína na Matéria seca: 11 a 20%...

Off
Link to PUERÁRIA – Pueraria phaseoloides

PUERÁRIA – Pueraria phaseoloides

Origem: Sudeste da Ásia, Malásia e Indonésia Nome científico: Pueraria phaseoloides Fertilidade do solo: Baixa, média e alta Forma de crescimento: Rasteiro e trepador Utilização: Pastejo, feno, ensilagem e adubo verde Digestibilidade: Muito boa Palatabilidade: Muito boa Precipitação pluviométrica: Acima de 900 mm anuais Tolerância a seca:...

Off
Link to MUCUNA PRETA – Mucuna aterrima

MUCUNA PRETA – Mucuna aterrima

Fertilidade do solo: Baixa e média (Bem drenados) Forma de Crescimento: Rasteiro, trepador Utilização: Adubação verde, controle de erosão e nematoide Precipitação pluviométrica: Acima de 700 mm anuais Tolerância a seca: Alta Tolerância ao frio: Média Teor de proteína: 18% na MS Profundidade no plantio: 3 a 4...

Off
Link to LEUCENA – Leucaena leucocephala

LEUCENA – Leucaena leucocephala

Fertilidade do solo: Baixa, média a alta (solos bem drenados) Forma de crescimento: Arbóreo-arbustivo Altura: 2,0 a 8,0 m Utilização: Pastoreio, silagem e adubação verde Restrição: É tóxico para monogástricos Precipitação pluviométrica: Acima de 700 mm anuais Digestibilidade: Boa Palatabilidade: Excelente Tolerância a seca: Alta Tolerância ao frio: Média...

Off
Link to LAB LAB – Dolichos lablab cv. Rongai

LAB LAB – Dolichos lablab cv. Rongai

Fertilidade do solo: Baixa a média Forma de crescimento: Herbáceo, trepador se tiver apoio Altura: 50 cm Utilização: Pastoreio direto, adubação verde, fenação e silagem Precipitação pluviométrica: Acima de 500 mm anuais Tolerância a seca: Alta Tolerância ao frio: Média Palatabilidade: Média Digestibilidade: Boa Restrição: O consumo exclusivo causa timpanismo...

Off
Link to JAVA – Macrotyloma axillare cv. Java

JAVA – Macrotyloma axillare cv. Java

Nome científico: Macrotyloma axillare E.Mey (Verdc) Cultivar: Java Cultivar Protegido sob o no: 21806.000348/2004-33 em 29/04/2004 Certificado de Proteção: 00605 Fertilidade do solo: Baixa Forma de crescimento: trepador volúvel e semi-ereto Altura: Em torno de 40 cm Utilização: Em pastejo associado com gramíneas Digestibilidade: Alta Palatabilidade: Média a...

Seo Packages