Off

MUCUNA PRETA – Mucuna aterrima

by Gushiken on 20/06/2011

Fertilidade do solo: Baixa e média (Bem drenados)
Forma de Crescimento: Rasteiro, trepador
Utilização: Adubação verde, controle de erosão e nematoide
Precipitação pluviométrica: Acima de 700 mm anuais
Tolerância a seca: Alta
Tolerância ao frio: Média
Teor de proteína: 18% na MS
Profundidade no plantio: 3 a 4 cm
Ciclo vegetativo: Anual (210 a 260 dias)
Produção de forragem: 6 a 10 t MS/ha/ano
Fixação de Nitrogênio: 210 a 220 kg/ha/ano

ORIGEM

Sudeste da Ásia, sendo difundida na maioria dos países tropicais.

CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS

Leguminosa robusta, de crescimento rasteiro e indeterminado, ramos trepadores, folhas trifolioladas, de folíolos grandes e membranosos; inflorescência em racemos axilares, compostos por muitas flores grandes e brácteas caducas; cálice com 4 lóbulos, campanulado, corola violácea ou branca, estames diadelfos; vagem alargada, com 3 a 6 sementes que são globosas ou elípticas e comprimidas, exalbuminadas, duras, de coloração preta, com hilo branco, deiscentes após a completa maturação.

CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS

É uma planta anual resistente à seca, à sombra, às temperaturas elevadas e ligeiramente resistente ao encharcamento. De clima tropical e subtropical, é bastante rústica, desenvolvendo-se bem em solos ácidos e pobres em fertilidade.
A época de plantio recomendável deve ser a partir de setembro, podendo estender-se até início de janeiro nos locais onde ocorrem geadas a partir de abril/maio; em locais onde não ocorrem geadas, o plantio pode ser feito até março. Pode ser solteiro ou consorciado com milho (principalmente), mandioca, café e outras culturas perenes. Quando intercalada às culturas perenes, deve-se proceder ao manejo dos ramos, para que não se agarrem nem subam nas plantas, prejudicando o seu desenvolvimento.

A semeadura poderá ser efetuada a lanço, em linhas ou em covas (matraca). Em linhas, normalmente recomenda-se um espaçamento de 50 cm, com 6 a 8 sementes por metro linear (60 a 80 kg/ha de sementes). A lanço, o gasto com sementes poderá ser mais ou menos 20% superior ao do plantio em linhas.  Quando utiliza-se matraca, é recomendado um espaçamento de 40 cm entre covas (2 a 3 sementes por cova). O peso de 1.000 sementes varia de 503 a 680 g.
A mucuna-preta tem demostrado ser susceptível à cescosporiose e a algumas viroses, não apresentando problemas com ataque de pragas.

O manejo deve ser feito no florescimento – enchimento das vagens (140 a 170 dias), com rolo-faca, incorporação pela aração ou por herbicidas. Caso a fito massa seja excessiva, recomenda-se uma passada de roçadeira, e 2 a 3 dias após, a incorporação através de aração.

Para produção de sementes recomenda-se o plantio de 3 a 4 sementes por metro linear, com um espaçamento de 1 m entre linhas (15 a 20 kg/ha de sementes). Deve-se preferencialmente proceder o tutoramento (plantas de milho, hastes de madeira, etc.), para uma produção de sementes com maior quantidade e de melhor qualidade, em função da maior aeração e insolação das inflorescências. Deve-se efetuar a colheita manualmente quando as vagens estiverem secas, levando-as para completar a secagem em terreiro ladrilhado para posterior beneficiamento (trilhadeira ou “mangual”).

Pode-se obter em torno de 2.000 kg/ha de sementes.
O ciclo completo da cultura é de 210 a 260 dias.

VANTAGENS

É uma planta utilizada como adubação verde, podendo ainda, em algumas situações, ser empregada como forragem ou seus grãos aproveitados como suplemento proteico para animais.
Uma das limitações da mucuna-preta é a suscetibilidade que possui em relação à cescosporiose e às viroses. Atua no impedimento da multiplicação das populações de nematoides.

Quantidade de sementes para plantio:

65 a 70 Kg/Ha

 

agrogushi@gmail.com

(67) 9.9950-3262  Vivo

Comments are closed.

Seo Packages